Notícias

Mulheres tentam romper ‘clube do Bolinha’ da criação

Notícias, Notícias - 5 de março de 2021

Tempo de leitura: 1min

Saiu no VALOR ECONÔMICO

Veja a Publicação Original

Mulher que fala alto é histérica, homem que fala alto é destemido. Mulher que se impõe é autoritária, homem que se impõe é firme. Mulher nervosa tá na TPM, homem nervoso está sensível. Mulher para ser contratada como chefe tem que mostrar muito serviço. Homem é contratado pelo potencial. Essas foram algumas observações recolhidas por Joanna Monteiro ao longo de seus mais de 20 anos de profissão e sete como a única chefe de criação entre as grandes agências do Brasil.

Veja a Matéria Completa Aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *