Notícias

Restaurante de Prudente sofre boicote após satirizar crimes

Notícias, Notícias - 3 de dezembro de 2020

Tempo de leitura: 2min

Saiu no Imparcial Digital.

Veja a Publicação Original.

Um restaurante de Presidente Prudente se tornou alvo de uma campanha de boicote após publicar mensagens que fazem alusão à violência contra crianças e mulheres, ao feminicídio e à xenofobia. Em diferentes postagens, o Primata Parrilla faz piadas mencionando tragédias de ampla repercussão, como o Caso Eliza Samudio e o Caso Isabella Nardoni, além de satirizar a fome na África.

“O cão é o melhor amigo do homem, [assinado] goleiro Bruno”, diz uma das postagens, referindo-se ao jogador de futebol que cumpre pena em regime semiaberto pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver de Eliza.

“Filho a gente não cria para nós. Cria para jogar no mundo, [assinado] Alexandre Nardoni” é outra das declarações que aparecem no Instagram do restaurante. O caso gerou comoção nacional em 2008, quando Isabela Nardoni, de 5 anos, foi atirada do sexto andar de um edifício da zona norte de São Paulo. O pai da menina e a madrasta dela foram condenados pelo crime.

Em uma terceira postagem, são destacados os dizeres: “Fazer as refeições juntos une a família! Etiópia, povo sem união”. De acordo com a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), a última edição do relatório O Estado da Insegurança Alimentar e Nutricional no Mundo, publicado neste ano, estima que aproximadamente 690 milhões de pessoas passaram fome em 2019, o que representa um aumento de 10 milhões em relação a 2018 e de aproximadamente 60 milhões em cinco anos. A situação é mais expressiva na Ásia, mas, conforme o estudo, o número aumenta mais rapidamente na África.

Veja a Matéria Completa Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *