Mídia

Mulheres denunciam machismo e desamparo no sistema judicial; veja relatos

Mídia - 16 de novembro de 2020

Tempo de leitura: 2min

Saiu no DIARIO DO NORDESTE.

 

Veja a Publicação original.

A dramaturga Heloisa Cardoso, 29, processou o homem com quem por seis anos, segundo ela, viveu um relacionamento abusivo. Um professor 15 anos mais velho com quem teria perdido a virgindade, ainda menor de idade, e que teria chegado a simular uma doença terminal.

Acabou processada por ele após encarar um julgamento em que a defesa a pintou como uma amante em busca de vingança. Para Heloisa e sua advogada, Júlia Drummond, a juíza responsável cometeu uma série de violências ao longo do caso, encerrado sem condenação.

“Um exemplo de argumentação bastante machista”, diz Drummond. Como a usada contra Mariana Ferrer, a influenciadora digital hostilizada pelo defensor do empresário que acusou de estupro. O advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho divulgou fotos sensuais da jovem e disse que “jamais teria uma filha do nível” dela. Seu cliente foi absolvido após o juiz entender que não havia provas contra ele, e o promotor afirmar que a Justiça brasileira não prevê a “modalidade culposa do estupro de vulnerável”.

 

Veja a Matéria Completa Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *