eleicao-votacao-29042019110133499

Pela 1ª vez, uma mulher concorrerá à presidência no Cazaquistão

Saiu no site TAB

 

Veja publicação original:  Pela 1ª vez, uma mulher concorrerá à presidência no Cazaquistão

.

Votação está marcada para 9 de junho. Daniya Yespayeva enfrentará outros sete concorrentes, entre eles o atual presidente Kassym-Jomart Tokayev

.

Pela primeira vez na história do Cazaquistão, uma mulher concorrerá como candidata nas eleições presidenciais, que estão marcadas para 9 de junho, nas quais enfrentará outros sete concorrentes, entre eles o atual presidente Kassym-Jomart Tokayev.

.

Após o encerramento do prazo de apresentação de candidaturas no domingo, a Comissão Eleitoral Central (CEC) anunciou o recebimento de nove solicitações, mas nesta segunda-feira um dos candidatos se retirou da disputa em favor de Daniya Yespayeva, a única mulher candidata, indicada pelo partido Ak Zhol (Caminho Luminoso).

.

Se a autoridade eleitoral aprovar a candidatura de Yespayeva, de 58 anos, a deputada se transformará na primeira mulher na história do país centro-asiático a disputar a chefia de Estado.

.

“As mulheres são 52% da população. Qual é agora o problema principal? O das mães de famílias numerosas. Acredito que, como mulher e como mãe, poderei estudar o assunto a fundo e encontrar soluções corretas”, prometeu Yespayeva durante o congresso do partido Ak Zhol em apoio à sua candidatura.

.

A candidata se referiu assim aos recentes protestos de mães de famílias numerosas no Cazaquistão para reivindicar melhores condições de vida, que em fevereiro terminaram com a destituição do governo.

.

As eleições foram convocadas após a renúncia do líder nacional cazaque, Nursultan Nazarbayev, que governou o país durante quase três décadas.

.

A filha de Nazarbayev, Dariga, atual presidente do Senado e uma das poucas mulheres na política do país conservador, finalmente optou por não apresentar sua candidatura ao pleito, apesar de vários rumores sobre essa possibilidade.

.

No total, dos oito candidatos presidenciais, quatro foram indicados por partidos políticos e outros quatro por organizações cívicas.

.

O prazo de registro dos candidatos por parte da CEC terminará em 11 de maio.

.

Anteriormente, o Partido Nacional Social-Democrata do Cazaquistão, a principal legenda de oposição, anunciou que não apresentaria nenhum candidato às eleições porque não queria dar legitimidade a um pleito “sem alternativas”.

.

Durante um congresso do partido realizado na semana passada, os delegados afirmaram que não confiam na realização de um pleito justo no país, governado durante três décadas por um único líder, que já expressou apoio à candidatura do ex-presidente do Senado Tokayev para ocupar a chefia de Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.