agre-768x432

Lei que prevê monitoramento a agressores de mulheres aguarda implementação no RS

Saiu no site INDEPENDENTE

 

Veja publicação original:   Lei que prevê monitoramento a agressores de mulheres aguarda implementação no RS

.

A iniciativa, que impactaria nos números de agressões domésticas.

.

Uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul em 2014 que determina o monitoramento de agressores enquadrados na Lei Maria da Penha nunca saiu do papel. A iniciativa, que impactaria nos números de agressões domésticas registradas no estado, depende de uma solução tecnológica para ser implementada0.

.

E ela ainda não existe. A legislação prevê que um agressor seja obrigado a usar uma tornozeleira eletrônica, após determinação judicial, e que a vítima sjea informada da aproximação do homem. Porém, sem os dispositivos eletrônicos e sem uma rede de proteção que envolva os órgãos de segurança, a medida não pôde ser posta em prática.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.