IMG_9501

Evento sobre empoderamento feminino tem palestras e até workshop de defesa pessoal

Saiu no site OLHAR CONCEITO: 

 

Veja publicação original: Evento sobre empoderamento feminino tem palestras e até workshop de defesa pessoal

.

Por Isabela Mercuri

.

A ‘Virada Feminina’, evento sobre o empoderamento da mulher, aconteceu na noite da última quinta-feira (31) no Cenarium Rural. Com sete palestras de temas distintos, o encontro reuniu mais de mil pessoas, e teve até mesmo ‘aula’ de defesa pessoal.

.

De acordo com a assessoria, a ‘Virada’ começou por volta das 18h30 e acabou às 22h. A palestra mais duradoura foi da Campeã Mundial de Jiu-jitsu Erica Paes, Assessora do Departamento de enfrentamento à Violência da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SNPM/MDH).

.

Sua palestra foi sobre o projeto ‘Eu sei me defender’ e, além da parte teórica, Erica também fez demonstrações práticas de técnicas de defesa pessoal, chamando algumas mulheres da plateia ao palco, para ensinar golpes que as ajudariam a se desvencilhar de um possível agressor.

.

Outro nome muito esperado do evento, a empresária, atriz e ex-modelo Luiz Brunet, no entanto, não conseguiu chegar ao evento por problemas com o voo. No entanto, todas as outras palestras foram realizadas.

.

Leyza Gomes Bressaner, empresária do ramo de seguros, foi uma das mulheres que estavam na plateia do evento. Ela contou que se interessou pelo evento porque viu que haveria palestras sobre empreendedorismo. “Eu acho esse assunto muito interessante. Eu gosto muito disso, já que eu sou empresária, eu tenho uma empresa, e abri com 40 anos de idade, então eu acho fantástico participar e sempre aprender”, afirmou.

.

Para Leyza, o papel da mulher na sociedade é fundamental, “e no momento em que ela passa a se aperfeiçoar, adquirir conhecimento, aprender coisas e acreditar nela, ela conquista o mercado. Uma vez que você entra pra competir nesse mundo de empreendedorismo, eu acho que ela tem tudo pra sobressair e ter uma grande carreira, ser brilhante e brilhar mesmo. Eu acho que ela pode, ela tem poder pra isso. Enfrentar todos os preconceitos, todos os desafios. Eu vejo, por mim, que comecei um pouco tarde, com 40 anos, e hoje eu tenho uma empresa bem sucedida, então eu gosto de sempre falar com as minhas amigas sobre esse poder que a mulher tem. Quando ela quer, ela conquista”, afirmou.

.

Outra convidada foi a radialista Kezia Giugni, especialista em vinhos. Ela elogiou a grade de palestras, principalmente por tocar no assunto de violência doméstica. “Eu acho que tira um pouco do medo. Tem muita mulher que ainda tem medo de expressar o que acontece dentro de casa. Às vezes pode não acontecer com ela, mas acontece com a mãe, com a filha, então as mulheres se unindo, conseguem perceber que isso acontece [também] na família do lado, e elas se sentem com mais coragem pra enfrentar e tomar as atitudes que são necessárias”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.