sem título

Boitempo libera curso online completo sobre feminismo!

Saiu no site BLOG DA BOITEMPO

 

Veja publicação original: Boitempo libera curso online completo sobre feminismo!

.

Ao longo de seis vídeos, a cientista política Flávia Biroli destrincha as principais pautas e impasses à consolidação de uma verdadeira democracia no Brasil, a partir de uma perspectiva feminista.

.

A Boitempo acaba de disponibilizar mais um curso completo em seu canal no YouTube! Em”Feminismo e democracia”, a cientista política Flávia Biroli conduz uma leitura comentada de seu livro Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil. Ao todo, são seis vídeos cerca de 10 minutos cada dedicados a atravessarem, capítulo a capítulo, a leitura dessa obra fundamental para compreender os impasses e desafios políticos a serem enfrentados para construir uma plena democracia no Brasil. A série pode servir tanto de complemento quando introdução à leitura desse livro que alia de maneira exemplar a reflexão acadêmica e ação política.

.

Assista ao curso completo abaixo, e saiba mais sobre a publicação ao final deste post. Se gostou do conteúdo, não deixe de se inscrever na TV Boitempo clicando aqui para receber em primeira mão nossos próximos cursos. Atualmente, o canal está publicando vídeos de quatro séries diferentes. Vale a pena conferir!

.

Boa leitura!

.

.

1. Introdução: Feminismo e democracia

.

.

.

.

2. A divisão sexual do trabalho 

.

.

.

.

3. Família e maternidade

.

.

.

.

4. Cuidado e responsabilidades 

.

.

.

.

.

5. Aborto, sexualidade e autonomia

.

.

.

.

6. Mulheres na política

.

.

.

.

Debate com Flávia Biroli e Marcia Lima

.

.

.

.

O livro

.

Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil
de Flávia Biroli

.

Em Gênero e desigualdades, a cientista política Flávia Biroli, professora do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília, apresenta as muitas transformações nas relações de gênero ocorridas nas décadas recentes. Os grandes temas do feminismo pós-1970 aparecem, em cada capítulo, com os diversos cenários históricos mundiais e nacionais que os moldaram, frearam ou impulsionaram as lutas das mulheres. Situada no contexto brasileiro, a obra ilumina as discussões sobre desigualdade entre homens e mulheres com o objetivo de compreender os impasses que se apresentam na construção de relações de gênero mais justas. Para responder a esse desafio, a autora examina temas fundamentais dos direitos das mulheres, do feminismo e da democracia brasileira. Com linguagem refinada, precisa e clara, a pesquisadora analisa diferentes dimensões – divisão sexual do trabalho; cuidado e responsabilidades; família e maternidade; aborto, sexualidade e autonomia; feminismos e atuação política – que permitem ver como, apesar de alterações significativas, o lugar das mulheres permanece subalterno, interpelando os limites da democracia. A partir do diálogo sistemático com o debate teórico internacional contemporâneo e incorporando elementos empíricos e contextuais, Flávia Biroli encerra o livro com uma análise de fôlego sobre a investida reacionária à agenda de gênero na América Latina. A orelha é de Céli Pinto e a quarta capa, de Albertina de Oliveira Costa.

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.