Notícias

IFC e Sicredi querem criar programa de crédito para mulheres empreendedoras

Notícias, Notícias - 4 de Maio de 2021

Tempo de leitura: 3min

Saiu no VALOR INVESTE

Veja a Publicação Original

Projeto piloto vai mapear as necessidades desse público e oferecer linhas de crédito especiais a fim de encontrar as melhores formas de atendê-lo

A International Finance Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial, fez uma parceria com a Sicredi do Mato Grosso do Sul, Tocantins e Bahia para criar programa de crédito especial e mentoria voltado a mulheres empreendedoras. A primeira ação dessa proposta será o lançamento de um projeto piloto no qual as instituições vão mapear as necessidades e oferecer crédito a empresárias nos três estados.

O trabalho será desenvolvido ao longo de 10 meses. Na primeira etapa desse período, a IFC e a Sicredi vão identificar as necessidades das micro, pequenas e médias empresas daquelas regiões e a melhor forma de atendê-las. Depois, haverá uma análise do risco de crédito feito pela Sicredi para o público “escolhido” na primeira fase. Portanto, se nessa primeira etapa for identificado que o projeto inicialmente vai trabalhar no segmento microcrédito, a parte de risco de crédito precisa adaptar seus processos a essa linha de empréstimos.

Por fim, será implementado o projeto piloto em agências selecionadas, que oferecerá às empreendedoras “produtos financeiros e não-financeiros”. Dentre os produtos financeiros está a oferta de linhas de crédito e também um treinamento para aperfeiçoar a forma de identificar que tipo de empréstimo é o melhor para aquela cliente e qual é a melhor forma de oferecê-lo. Na parte “não financeira” entrarão ações como mentorias para as empreendedoras e programas de capacitação, além de eventos como workshops e palestras.

Nesse começo, o projeto será testado em escala menor para que sejam feitos os ajustes e revisões necessárias para o seu pleno funcionamento, com o desenvolvimento de serviços e produtos identificados nas fases iniciais do projeto. A partir daí, a Sicredi vai replicá-lo em outras regiões.

No último ano, a IFC e a Sicredi fizeram o levantamento “Diagnóstico Banco da Mulher”, para avaliar a estrutura de atendimento a esse público e levantar quais eram as melhores práticas nesse segmento. O estudo mostrou que esse público poderia ser melhor atendido por meio de ofertas de produtos específicos e feitas de forma mais assertiva.

Um relatório da IFC feito em 2017 sobre esse público mostrou algumas deficiências no atendimento. Segundo o estudo, 50% das empresárias precisam de crédito, mas não o fazem por falta de conhecimento; e 41% abriram suas empresas sem nenhum capital. Segundo o levantamento, a lacuna de financiamento de micro, pequenas e médias empresas pertencentes a mulheres é estimada em cerca de US$ 15 bilhões.

Leia a Matéria Completa Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *