Notícias

Gestoras mulheres vão demorar 195 anos para ter mesma peso dos homens no segmento

Notícias, Notícias - 16 de setembro de 2020

Tempo de leitura: 2min

Saiu no Valor Investe.

Veja a Publicação original. Que as mulheres são tão boas – e, em alguns casos, até melhores que os homens na gestão de investimentos, pouca gente ainda duvida. Mas, em um mercado tão predominantemente masculino, como o de gestão de recursos de terceiros, as mudanças rumo à equidade de gênero ainda precisam acelerar bem mais.

Segundo estudo da companhia de análise de informações Citywireno ritmo atual de crescimento da indústria e da proporção de dinheiro administrado por mulheres e homens, as gestoras de investimentos (mulheres) só conseguirão atingir a mesma representatividade que os homens em 2215, ou seja, daqui a 195 anos.

“Apesar das novas iniciativas para atrair mais talentos femininos para a gestão de ativos, os números permanecem terrivelmente baixos cinco anos depois”, explica Nisha Long, chefe de pesquisa de Investimento Internacional da Citywire.

O relatório, chamado Citywire Alpha Female 2020, analisou um universo de 16.018 fundos de investimentos no mundo que somam 12 trilhões de libras esterlinas (cerca de US$ 15,5 trilhões). Desse total, só 20% são recursos sob gestão feminina (2,4 trilhões de libras esterlinas ou US$ 3,08 trilhões), considerando fundos que são administrados só por mulheres, com uma mulher sozinha ou por um time de mulheres e homens.

“Vimos empresas contratando mais mulheres e implementando políticas de incentivos. No entanto, não se trata apenas de atrair mulheres para esta indústria, trata-se de como mantê-las na gestão de fundos quando estiverem dentro”, completa a executiva.

Veja a Matéria Completa Aqu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *