Notícias

Família e escola, uma dupla que precisa de entrosamento

Notícias, Notícias - 23 de fevereiro de 2021

Tempo de leitura: 4min

Saiu no CORREIO BRAZILIENSE

Veja a Publicação Original

Família e escola formam uma equipe. Como todo time, o entrosamento é um ingrediente fundamental para o aprimoramento dos resultados. É preciso diálogo e transparência, ainda mais quando se trata dos nossos filhos. Se o colégio compreende a fundo os anseios e as necessidades dos pais e dos pequenos, tem-se o cenário ideal. Com quase meio século de história, a Escola Canarinho sabe exatamente o que é preciso para educar com a confiança, o cuidado e o carinho que toda criança necessita.

Desde o seu nascimento, em 1974, o Canarinho mantém as bases sólidas que inspiraram a sua criação: formar cidadãos capazes de construir um mundo mais justo, fraterno e cooperativo. E, até hoje, o sonho do casal de fundadores, Ivete de Azevedo Cianni e Humberto Cianni, se materializa em cada aluno que passa pela escola.

Um sonho batizado com o nome do pássaro alegre, cantador e brasileiro, símbolo da liberdade. Naquele maio de 74, também se aproximava a Copa do Mundo, e a seleção canarinho, então tricampeã, era sinônimo de orgulho para os brasileiros. Assim, tendo em mente as jogadas encantadoras de Pelé e companhia protagonizadas quatro anos antes, batizar a escola não foi tarefa difícil para Seu Humberto.

Uma instituição com características familiares, o Canarinho cresceu com a nova capital. Do início em uma casa, hoje o colégio tem duas unidades modernas localizadas em pontos chave do Plano Piloto: as entrequadras 212/412 Sul e 208/408 Norte. Para conhecê-las, nem é necessário sair de casa. Aqui você visita a unidade da Asa Sulaqui, passeia na da Asa Norte.

Atualmente, os netos de Tia Ivete e Tio Humberto administram a instituição, que renova sua metodologia de ensino constantemente, mas sempre mantendo a filosofia de “educar criança como criança”.

Uma filosofia que vem conquistando gerações de brasilienses ao longo das últimas décadas. Primeiro aluno da história da Escola Canarinho, o servidor público Reginaldo de Hollanda Ramos Junior, 49 anos, sabe muito bem a importância que a instituição teve para a sua formação acadêmica e humana. Tanto que seu filho mais velho, Rafael, já estudou no Canarinho, e a caçula, Sofia, é aluna da instituição.

““A Escola Canarinho é responsável por grande parte da minha formação. Não só acadêmica, mas de caráter. No aspecto educacional, foi a base sólida que impulsionou e facilitou até hoje o meu progresso intelectual.Tenho orgulho de ter sido o primeiro aluno a se matricular na escola e fazer parte desta linda história desde o início. “Reginaldo, ex-aluno e pai de duas alunas da Escola Canarinho

“A Escola Canarinho é responsável por grande parte da minha formação. Não só acadêmica, mas de caráter. No aspecto educacional, foi a base sólida que impulsionou e facilitou até hoje o meu progresso intelectual. Sem esquecer da forma como a escola prepara o ser em desenvolvimento com humanidade. Tenho orgulho de ter sido o primeiro aluno a se matricular na escola e fazer parte desta linda história desde o início. Já tive a oportunidade de ter meu filho Rafael, hoje com 13 anos, usufruindo desta rica convivência e, agora, minha caçula Sofia, com 5, está no meio dessa jornada feliz de aprendizado”, destaca Reginaldo.

Na rotina escolar, são trabalhados aspectos como a escuta ativaatividades coletivasmomentos de partilha e brincadeiras cooperativas, proporcionando o estímulo necessário para que os canarinhos sejam livres e exercitem a criatividade e imaginação. É o aprendizado de forma leve e prazerosa.

No dia a dia, não faltam ideias de atividades que abracem elementos simples, como palitos, garrafas pet, tintas e tecidos. Além de envolver e chamar a atenção dos canarinhos, é nessa fase da educação infantil que o conhecimento cognitivo deve ser explorado, dando ênfase às linguagens da arte e do mundo imaginário.

Veja a Matéria Completa Aqui!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *