Notícias

CLDF quer diminuir a diferença salarial entre homens e mulheres

Notícias - 18 de setembro de 2020

Tempo de leitura: 2min

Saiu no Site JORNAL DE BRASÍLIA.

 

Veja a Publicação original. A partir de agora, as empresas que firmarem contratos com o GDF terão de remunerar de maneira igual mulheres e homens. Os deputados distritais derrubaram ontem um veto do governador e transformaram em lei projeto que diminui a diferença salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho.

“Sexismo” – “Mulheres e homens possuem a mesma inteligência e lidam com suas atribuições com os mesmos zelos e esforços. É inaceitável que os homens continuem recebendo maior remuneração do que as mulheres para as mesmas tarefas, em um claro sinal de sexismo”, disse o autor do texto, o deputado distrital Chico Vigilante (PT).

Para sanção

A senadora Leila Barros (PSB-DF) comemorou a aprovação, recentemente, do projeto que prevê a criação do chamado Cadastro Nacional das Pessoas Condenadas por Crime de Estupro. O texto, que foi relatado por ela na comissão de Assuntos Econômicos do Senado, segue para sanção presidencial.

Prevenção – Segundo a parlamentar, o banco de dados é uma importante ferramenta para fortalecer a prevenção aos crimes de estupro pelo aumento do acesso a informações. o cadastro deverá conter obrigatoriamente as características físicas, impressões digitais, DNA, fotos e endereço residencial dos condenados por estupro no país.

Rejeição

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) causou rebuliço ao afirmar ontem para várias pessoas que o veto do presidente Bolsonaro à desoneração da folha das empresas tem grandes chances de ser derrubado. Segundo ele, isso ficou claro na última reunião de líderes.

Adiamento – A medida permite que as empresas substituam a contribuição previdenciária de 20% sobre os salários por uma alíquota, entre 1% e 4,5%, sobre a receita bruta. Pelo sim pelo não, o Palácio do Planalto pediu ao Congresso para a votação ser adiada mais uma vez.

Selo

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) vai participar, juntamente com os Correios e a convite de entidades da Alemanha, do lançamento no Brasil do selo comemorativo aos 250 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *