7153911_x720

Sobrevivente de violência doméstica, mulher que foi queimada pelo ex tenta recomeço com prova do Enem

Saiu no site G1

 

Veja publicação original:  Sobrevivente de violência doméstica, mulher que foi queimada pelo ex tenta recomeço com prova do Enem

.

Em 2013, Barbara Penna foi queimada por ex-namorado, que matou dois filhos do casal. Agora, ainda em recuperação das agressões, ela quer ingressar em um curso de direito.

.

Por Jonas Campos

.

Se para todos os candidatos do Enem a prova simboliza uma chance de ingressar no ensino superior, para Barbara Penna também significa um recomeço. Espancada e queimada pelo ex-namorado em 2013, em um caso que chocou o Rio Grande do Sul, a sobrevivente aposta na prova para trilhar um novo caminho.

.

.

“O Enem representa a esperança de um futuro melhor

.

— Barbara Penna
.

Ela prestou o exame na PUCRS. Seu objetivo é conquistar uma vaga para cursar direito, enquanto concilia os compromissos, a retomada de sua vida e os tratamentos necessários em função das queimaduras que sofreu.

.

“Não estou criando expectativa. Ano que vem, ainda tenho cirurgia para fazer. Serão cinco anos de muita recuperação. E ainda venho melhorando minha vida”, conta ela, que criou um instituto para auxiliar mulheres na mesma situação e também teve uma filha depois da violência.

.

“O que eu conseguir vai ser bem-vindo. Se conseguir para direito, melhor ainda. Se não conseguir, ano que vem tento novamente”, diz Barbara.

.

.

Barbara Penna sobreviveu a uma tentativa de assassinato pelo ex-namorado, que matou os dois filhos do casal em 2013; neste ano, ela faz o Enem para tentar uma vaga em direito — Foto: Jonas Campos/RBS TVBarbara Penna sobreviveu a uma tentativa de assassinato pelo ex-namorado, que matou os dois filhos do casal em 2013; neste ano, ela faz o Enem para tentar uma vaga em direito — Foto: Jonas Campos/RBS TV

.

.

.

Relembre o caso

.

Barbara foi agredida após uma discussão em Porto Alegre. Seu ex-namorado espalhou álcool pelo apartamento onde vivia, jogou também no corpo da mulher e, em seguida, ateou fogo.

.

Os dois filhos do casal, uma menina de dois anos e sete meses e um menino de apenas três meses, dormiam em um quarto da residência e morreram intoxicados. Um vizinho de 76 anos também foi vítima do incêndio.

.

De acordo com a denúncia, o homem jogou Barbara da janela do prédio. Ela teve 40% do corpo queimado. Ele ainda não foi julgado e responderá por três homicídios culposos triplamente qualificados, uma tentativa de homicídio e pelo fato de ter provocado o fogo.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.