cwwe

Santa Clarita Diet: lugar de mulher é onde ela quiser!

Saiu no site séries por elas:

A grande maioria das narrativas seriadas com a temática zumbi (incluindo filmes, séries e animações) tem um homem como personagem principal. Um homem que, geralmente, salva o dia, exercendo sua masculinidade e que tem ao seu lado uma companheira do sexo feminino (geralmente fazendo a linha ““““gostosona”””) que mata uns zumbis enquanto exibe partes do seu corpo. Criada por Victor Fresco e estrelado por Drew Barrymore e Timothy Oliphant, Santa Clarita Diet foge ao padrão.

A série original Netflix conta a história dos Hammond: um tradicional e pacato núcleo familiar formada pelo casal Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Thimoty Oliphant), dois corretores de imóveis, e sua filha adolescente, Abby (Liv Hewson). Eles moram em um bairro suburbano na cidade de Santa Clarita, na Califórnia e passam a ter que conviver com a nova realidade de sua matriarca: Sheila, após vomitar uma quantidade inexplicável, tornou-se meio-viva meio-morta e passou a agir de maneira diferente e a precisar comer outras pessoas para se alimentar. Apesar do susto inicial e da peculiaridade do fato, a família Hammond a trata como uma pessoa que tem uma doença grave e não como uma aberração assustadora e, com isso, consegue estar ao seu lado quando ela mais precisa.

giphy

É muita coisa para processar mesmo, Joel, mas você está fazendo isso bem!

Ainda não se sabe muito bem o que a personagem vomitou, mas podemos dizer que sua apatia e falta de empolgação diante da vida, certamente, foram jogados fora juntamente com o líquido nojento. Paradoxalmente, apesar de estar na condição de zumbi, ela demonstra o tempo todo que nunca se sentiu tão cheia de vida.

Sheila foge completamente ao combo “mulher zumbi jovem + corpo padrão + lutando ao lado de um homem heroico”. Muito pelo contrário, é ela quem dá as cartas. Uma mulher de meia-idade, baixa estatura, encorpada, perspicaz, confiante e com senso de humor aguçado. Isso já seria suficiente para Santa Clarita Diet se destacar no quesito empoderamento feminino, mas ela vai além. De forma clara, a narrativa insere diálogos e cria situações que evidenciam o poder da personagem e deixam bem exposto que lugar de mulher é onde ela quiser.

giphy (1)

Sheila se permite viver sem inibições

Após sua transformação em morta-viva, Sheila se permite viver sem inibições. Ela passa a ter um desejo sexual acentuado – e busca o sexo que quer sem o menor pudor e sem nunca ser retratada como objeto sexual. Surpreendentemente, a série em vez de seguir a linha da glorificação da mulher que busca e tem o sexo que quer, apenas trata a questão com a normalidade típica daqueles que sabem que é preciso empoderar as personagens femininas, sejam elas zumbis ou não.

Sheila enfrenta um cara que a assedia sexualmente, lidera a busca por sua comida e pelo combate aos seus “inimigos” e faz tudo isso sem nenhuma cena de nudez ou evidenciando seu corpo. Seu companheiro, Joel, não deixa que o orgulho masculino ferido fale mais alto e – quase sempre – oferece a ela o suporte necessário para que ela tenha uma vida boa (ou morte boa, se preferir).

giphy (2)

Atenção, babacas, não assediem a Sheila! Vocês podem se arrepender…

Ela também aponta a misoginia de seu vizinho que pressupõe que se alguém naquela família estava matando pessoas, seria Joel e inspira suas vizinhas a não negarem seus desejos e buscarem o que realmente querem na vida. Sua filha, Abby, é uma adolescente que, mesmo enfrentando questões típicas à idade, não pira. Tenta ajudar, de forma atrapalhada, e lidera os passos do seu amigo nerd Eric (Styler Gisondo) a busca pelas respostas que a mãe precisa. Ou seja: temos mais uma personagem feminina no comando.

Santa Clarita Diet é uma série engraçada que está longe de ser um pastelão, apresenta um questionamento moral consistente e segue um bom ritmo em sua temporada inicial. Tudo está em seu devido lugar – até mesmo o nonsense esperado de uma narrativa com esse enredo – mas é em sua demonstração de poder feminino com uma personagem principal confiante e dona de si que o show se destaca e diz realmente a que veio.

Vale a pena conferir!

 

 

 

Publicação Original: Santa Clarita Diet: lugar de mulher é onde ela quiser!

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.