DSC_0002_e4ae7

Evento reunirá palestrantes de várias áreas profissionais

Saiu no site MPAM

 

Veja publicação no site original: Evento reunirá palestrantes de várias áreas profissionais

.

Por Agnaldo Oliveira Júnior

.

Além dos quase 40 grupos representativos de mulheres, confirmados no evento desta quarta e quinta-feira, 13 e 14 de novembro, em Manaus, o X Encontro Nacional do MP Brasileiro de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher traz para a capital especialistas de várias áreas do conhecimento que vão abordar., de maneiras diferentes, o tema central.

.

Entre eles está Benedito Medrado que fará a palestra: “Diálogos sobre masculinidade e violências de gênero: entre políticas de intimidade e práticas públicas”. Ele é docente dos cursos de graduação e pós-graduação em Psicologia da UFPE. Coordenou o Programa de Pós-graduação em Psicologia da UFPE – cursos de Mestrado e Doutorado, coordena o Núcleo Feminista de Pesquisas em Gênero e Masculinidades – GEMA/UFPE (cadastrado no CNPq, desde 1998); integra a coordenação da Rede Latinoamericana de Investigación sobre Masculinidades (Gestão 2016 – atual) e a co-coordenação Nacional (Brasil) da Aliança Internacional MenEngage de trabalhos com Homens na promoção da Equidade de Gênero (Gestão 2014 – atual). Doutor em Psicologia Social pela PUC/SP, com pós-doutorado pela UFPA (2013) e UAB/Espanha (2014).

.

Outra palestrante é a Promotora de Justiça de São Paulo Gabriela Manssur. Ela vai falar sobre a “Violência Institucional de Gênero”. Ela é Formada em Direito pela PUC/SP, ingressou em 2o. lugar no Ministério Público do Estado de São Paulo, onde exerce suas funções como Promotora de Justiça desde 2003. Atualmente faz parte do GEVID (Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público do Estado de São Paulo), é Diretora da Mulher da Associação Paulista do Ministério Público, é Membro da COPEVID (Comissão Nacional dos Promotores de Justiça que atuam no Combate à Violência Doméstica e familiar contra a Mulher do Grupo Nacional dos Direitos Humanos), é Representante do Ministério Público do Estado de São Paulo junto à COMESP (Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário de São Paulo) e membro do grupo Mulheres do Brasil e da Campanha Compromisso e Atitude, representando o Ministério Público do Estado de São Paulo. É coordenadora da pauta Violência Contra a Mulher da Virada Feminina. Idealizadora do projeto Movimento pela Mulher; Tempo de Despertar; Educa-Ação; Maria Linda; Programa de Proteção Integral (PPI); Mulheres no Poder: participação equilibrada mulheres no MP, nos cargos públicos e na política.

.

Cristiane Machado é atriz e virou ativista da causa da violência contra a mulher, após sofrer agressões do seu marido. Ela vai contra sua “Experiência Pessoal” na qual temia perder a sua vida e as de seus pais e com medo de que as pessoas não acreditassem no drama que vivia com seu até então companheiro, um ex-diplomata influente, a atriz instalou câmeras no seu quarto e exibiu as imagens no programa Fantástico, da TV Globo, em novembro de 2018. Cristiane Machado é uma das primeiras mulheres autorizadas pela Justiça do Rio de Janeiro a usar um dispositivo que avisa sobre aproximação do acusado de violência doméstica.

.

.

Conheça um pouco mais os outros palestrantes
Sílvia Leite é natural de São Luís do Maranhão, servidora pública, assistente social, Ex-atleta da seleção maranhense de handebol juvenil, universitária, adulto e master 1979 a 2012; Fundadora do Centro de Cultura Negra do Maranhão em 1980; Fundadora do Grupo Mulheres da Ilha 1980; Graduada em Serviço Social na UFMA, 1982; Fundadora do Grupo Mulheres Negras Mãe Andresa, 1982; Pós-Graduada em Sociologia pela UFMA, 1985; Diretora do Centro de Saúde do Quebra Pote 1997-2001; Membro do Fórum Maranhense de Mulheres a partir de 2012; Membro da Rede Amiga da Mulher a partir de 2013; Coordenadora do Setor de Atividades Especiais do Espaço Mulher – Hospital Municipal Dr. Clementino Moura / Socorrão 2 desde em 2013; Vice-Presidente do Conselho Estadual da Mulher – CEM, gestão 2016-2018; Diretora do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Maranhão – SASEMA, gestão 2018-2020; Eleita pelo voto presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina de São Luis, gestão 2017-2019;

.

Michele Meireles é Jovem empreendedora com 15 anos de experiência em Gerenciamento de Empresas,sendo 10 anos de mercado Internacional. Estudou Gestão Financeira, Liderança de alta Performance e Linguagem Corporal na New York University. Atualmente lidera uma empresa focada em estratégias de Negócios e Treinamentos Profissionais (MMeirelles Business Strategy), um portal de Networking, Educação Empreendedora e Financeira para Mulheres (Entre Mulheres), uma rede de Cafeterias Criativas focadas em Networking para Investidores e Startups (Coffee Hub) e um Projeto Social que oferece apoio e Educação Profissional para órfãos (One Love For Kids).

.

Érica Canuto é Doutora em Ciências Sociais, Mestre em Direito, Mestre em Ciências Sociais, Especialista em Direito e Cidadania, Coordenadora do Núcleo de Apoio à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar do Ministério Público do RN, Ex-Coordenadora da COPEVID, Membro colaboradora do GT6 CDDF/CNMP, Professora graduação e pós-graduação da UFRN, Autora do livro “Masculinidade no banco dos Réus – Um diálogo entre gênero, masculinidades e efetividade da Lei Maria da Penha”, Autora da Proposta de “Acordo de Proteção Integral” para responsabilização de autores da violência doméstica e familiar.

.

Ana Lara Castro é Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul. Membro Auxiliar do Conselho Nacional do Ministério Público. Master of Laws, com honras, em Criminal Law, pela State University of New York. Especialista em Inteligência de Estado e Segurança Pública, com Direitos Humanos, pela Fundação Escola do Ministério Público de Minas Gerais. Autora dos livros ‘Plea Bargain – Resolução Penal Pactuada nos Estados Unidos'; ‘Exposição Pornográfica Não Consentida na Internet – Da Pornografia de Vingança ao Lucro'; Stalking e Cyberstalking – Obsessão, Internet, Amedrontamento'; ‘Perversão, Pornografia e Sexualidade – Reflexos no Direito Criminal Informático’, todos pela Editora D’Plácido.
Carla Araújo é Promotora de Justiça desde outubro de 1994, Ex Defensora Pública, Mestre em Direito pela Universidade Gama Filho/RJ em 2000, Doutora em Direito pela Universidade Gama Filho/RJ em 2005, Autora dos livros: Juizado Especial Criminal 1995, Crime de Informática e seus aspectos processuais 2001, Prova Científica: exame pericial do DNA, 2007 ( editora Lumen Juris), As Marias do Brasil, 2019 (editora Siano) e Fundadora do Projeto “Vamos Mulherar”.

.

.

Programação
Dia 13/11
Manhã
Abertura no Teatro Amazonas (manhã) a partir das 08h30, com a Orquestra Filarmônica e Coral do Estado Amazonas que prestará uma homenagem às mulheres. Logo depois uma breve saudação será proferida pela Procuradora-Geral Leda Mara, anfitriã do evento, e também da coordenadora nacional da COPEVID, Promotora de Justiça Sara Gama Sampaio, do MP da Bahia, do Promotor de Justiça Davi Câmara, da 73ª Promotoria de Justiça dos Crimes Contra a Mulher do MPAM, e do Governador do Estado Wilson Lima.
12h00 – Almoço.
Tarde
Auditório “CARLOS ALBERTO BANDEIRA ”
14h30 – Credenciamento.
14h45 – Composição de mesa.
15h00 – Palestra: “Diálogos sobre masculinidade e violências de gênero: entre políticas de intimidade e práticas públicas” com Benedito Medrado – Docente dos cursos de graduação e Pós-Graduação em Psicologia da UFPE.
16h00 – Debate.
16h15 – Palestra: “A Política de Humanização nos Processos de Trabalho na Saúde em São Luís do Maranhão” com Sílvia Leite – Servidora pública, assistente social, Diretora do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Maranhão.
17h15 – Debate.
17h30 – Encerramento.

.

.

2º Dia – 14/11 – Auditório Carlos Alberto Bandeira
Manhã
8h00 – Credencimento.
8h15 – Apresentação cultural com Grupo de Dança Backstage.
8h30 – Palestra: “Violência Institucional de Gênero” com Maria Gabriela Prado Manssur – Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo.
9h30 – Debate.
9h45 – Palestra: “Liberdade Financeira: um combate à violência contra a mulher” com Michelle Meireles – Jovem empreendedora com 15 anos de experiência em Gerenciamento de Empresas, sendo 10 anos de mercado Internacional.
10h45 – Debate.
11h00 – Palestra: “Stalking e Cyberstalking” com Ana Lara Camargo de Castro – Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul.
12h00 – Debate.
12h15 – Almoço.
Tarde
14h00 – Credencimento.
14h15 – Palestra: “A proteção integral da mulher e a efetividade de responsabilização criminal do autor da violência” com Érica Canuto – Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte.
15h15 – Debate.
15h30 – Palestra: “Violência Doméstica: É possível vencê-la” com Carla Araújo – Promotora de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro.
16h30 – Debate.
16h45 – Palestra: “Experiência Pessoal” com Cristiane Machado – Atriz e ativista da causa da violência contra a mulher.
17h30 – Debate.
17h45 – Encerramento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.