img_3161-1834170

‘Eu disse não e ele me esfaqueou’

Saiu no site JC NET

 

Veja publicação no site original:   ‘Eu disse não e ele me esfaqueou’

.

Mulher de 49 anos foi golpeada com faca por ex-companheiro na frente de neta de 10 anos, na região do Jd. Bela Vista

.

Por Marcele Tonelli

.

Uma mulher de 49 anos foi vítima de tentativa de feminicídio, na tarde desta terça-feira (12), na região do Bela Vista, em Bauru. O autor do crime é o ex-companheiro dela, de 51 anos, que foi preso em flagrante pela Polícia Militar, horas após cometer o fato.

.

A vítima foi ferida com vários golpes causados por faca na frente de sua neta de 10 anos, que correu para fora da casa na tentativa de acionar o socorro. Mesmo com cortes profundos nas costas e braços, a mulher conseguiu lutar contra o agressor e tirar a faca dele com as mãos. Ela e a criança correram para uma escola pública.

.

A mulher foi socorrida no Pronto-Socorro Central (PSC). Dois cortes foram mais profundos, mas não chegaram a atingir órgãos vitais e ela passa bem. O autor do crime, identificado pela polícia como Gilberto Ferreira, fugiu, mas foi localizado pelos policiais posteriormente, próximo a um bosque no bairro.

.

.

‘SEMPRE AMEAÇAVA’

.

A mulher contou ao JC que era por volta de 15h30, quando o acusado apareceu em sua casa. Eles tiveram uma união por 11 anos, mas, há três meses, estavam separados por problemas envolvendo droga e bebida, segundo ela. “Ele sempre me ameaçava e a gente acabava reatando, mas, desta vez, eu estava decidida a não voltar. Então, ele apareceu lá hoje (ontem) e invadiu a casa. Quando vi, ele já estava na sala. E me perguntou se eu voltaria, eu disse não e ele me esfaqueou”, narra a mulher, contando que o homem tirou a faca da cintura para lhe agredir.

.

“A minha netinha viu tudo e saiu correndo gritando, mas eu consegui tirar a faca da mão dele. Então, ele saiu correndo atrás dela, mas, depois, mudou o caminho”, conta a mulher. “Ele gritava que iria me matar. Estou com medo, não quero mais voltar para casa”, completa.

.

Na delegacia, o homem foi ouvido pelo delegado Luiz Cláudio Massa e confessou ter esfaqueado a mulher por motivo de ciúme. “A versão do autor é de que ele pegou uma traição no celular”, detalha o delegado.

.

A faca foi apreendida pela Polícia Civil.  Foi expedida solicitação de medida protetiva para a vítima com base na Lei Maria da Penha, que prevê que o agressor, se um dia solto pela Justiça, não poderá se aproximar por mais de 200 metros da mulher.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 



Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.