sem título

Entenda as novas ferramentas de segurança anunciadas pela Uber

Saiu no site INFO NET

 

Veja publicação no site original: Entenda as novas ferramentas de segurança anunciadas pela Uber

.

Por Ícaro Novaes

.

Nos próximos meses os motoristas e passageiros do aplicativo de transporte Uber passarão a ter novos recursos de segurança dentro da plataforma. O anúncio foi feito durante o evento Uber Destino 2019, promovido pela empresa na última quarta-feira, 6, em São Paulo, com a presença de jornalistas de toda América Latina. O Portal Infonet esteve presente no evento. Na ocasião, a empresa afirmou que a operação do aplicativo está presente hoje em 65 países, com um total de 15 milhões de corridas realizadas por dia.

.

O lançamento desta semana reúne seis novos recursos, dois deles inéditos no mundo: a possibilidade de gravação de áudio durante a corrida e a verificação de documentos do passageiro. O aplicativo também passará a dispor de uma tecnologia de ultrassom ou código entre passageiro e motorista para liberar o início da viagem; checagem mais rigorosa da selfie do motorista ao iniciar o aplicativo; indicadores de risco que o sistema de inteligência da empresa detecta durante uma viagem; e opção de reportar para Central da Uber problemas durante a viagem (hoje só é possível ao final). Os anúncios foram feitos pelo diretor global de produtos de segurança da Uber, Sachin Kansal.

.

Kansal detalhou ferramentas e disse que duas são inéditas em todo o mundo

Como usuários do App poderão fazer uso dos recursos

Gravação de áudio do diálogo durante a corrida

.

A ferramenta puxa a lista dos recursos mais impactantes anunciados. Conforme Kansal, tanto o passageiro como o motorista poderão acionar, no próprio aplicativo pelo seu smartphone, a gravação do áudio da conversa dentro do carro. Ele explica que a ferramente foi pensada, por exemplo, para eventuais diálogos incômodos para alguma das partes e até outra situação de risco. O conteúdo gravado, segundo Kansal, é criptografado e nem mesmo o responsável por acioná-lo poderá ouvir. Ao final da viagem, o responsável por ativar a gravação terá a opção de encaminhar o áudio para a Central da Uber avaliar o conteúdo. A promessa é que o recurso comece a ser testado em breve.

.

.

Verificação de dados dos passageiros

.

O Doc Scan, como vem sendo chamado, já está em teste no Chile. Ele surgiu com o propósito de verificar a identidade do passageiro e evitar que outras pessoas, mal intencionadas, possam fazer uso do aplicativo com outro perfil. Em suma, quando o passageiro que não tem cartões de crédito ou débito cadastrados no aplicativo, solicita uma viagem para pagamento em dinheiro, será solicitado pelo próprio aplicativo a verificação de um documento do passageiro por meio de escaneamento com a câmera do celular. O documento, que precisa ser oficial, deve bater com os dados cadastrados no aplicativo. Segundo a Uber, o recurso chega ao Brasil no primeiro trimestre de 2020.

.

.

Verificação mais rigorosa para motoristas

.

O aplicativo também vai aumentar o rigor na verificação dos motoristas, ao ser iniciado o aplicativo. Hoje eles precisam apenas fazer uma selfie para atestar que são realmente os cadastrados no aplicativo. Kansal explicou que agora, durante a verificação, o aplicativo dá comandos para que o motorista faça movimentos com a cabeça (esquerda, direita, sorriso), até atestar a real identidade e liberar o uso do app.

.

.

Ride Check

.

Mais um elemento de segurança anunciado pela Uber é a checagem de rota. Por meio do acompanhamento do GPS, a Central da Uber recebe sinais se há indicadores ‘estranhos’ durante uma viagem. Os indicadores podem surgir com mudança de rota, parada longa, alteração da velocidade de forma suspeita. Nesses casos, a empresa encaminha uma notificação ao motorista perguntando se há algo de errado. O motorista pode relatar algum incidente ou sinalizar que está tudo bem e prosseguir a viagem. Essa tecnologia começou a ser testada há poucas semanas nos Estados Unidos e já está confirmada, em breve, para a América Latina.

.

.

Reportar problema durante a viagem

.

A On-Trip Reporting vai permitir aos usuários reportar a Uber qualquer tipo de acontecimento inconveniente durante a própria viagem, como no caso de acidentes. Atualmente, esse tipo de contato só é feito após o término da viagem, mas em breve haverá a opção de reportar o problema já durante o percurso.

.

.

Código e tecnologia ultrassom ao iniciar viagens

.

O sexto anúncio ficou por conta de uma ferramenta que já foi testada, neste ano, por exemplo, no Rock in Rio, no Rio de Janeiro. Os passageiros que foram ao evento, por exemplo, e solicitaram um veículo pelo aplicativo em um dos pontos de embarque, recebia um código que, ao entrar no carro, deveria ser repassado ao motorista. A ideia da Uber é que uma tecnologia ultrassom, em breve, faça a transmissão do código do usuário de forma automática com o motorista. A medida foi anunciada com o objetivo de que usuários entrem em veículos errados, principalmente em grandes eventos. Sem o código, por exemplo, a viagem não poderá ser iniciada.

.

.

U-Elas: anúncio feito pela diretora geral vai permitir que mulheres motoristas só aceitem corridas de mulheres

 

.

.

Lançamentos exclusivo para mulheres

.

Competiu a diretora geral da Uber no Brasil, Cláudia Woods, os anúncios voltados exclusivamente para as mulheres. De acordo com o levantamento feito pela empresa, do total de motoristas parceiros, apenas 6% são mulheres. E com o objetivo de permitir maior controle das mulheres na operação pelo aplicativo, elas terão a ferramenta U-Elas, que as permitirão aceitar corridas solicitadas apenas por mulheres. A ferramenta já está em uso na cidade de Campinas/SP, por exemplo. A previsão é que chegue no Rio de Janeiro só em 2020.

.

Cláudia informou, ainda, que a empresa assumiu o compromisso de investir R$ 5 milhões, nos próximos três anos, em ONG’s que se dedicam a enfrentar a violência contra as mulheres e de empoderamento feminino. Algumas das entidades são o Instituto Igarapé, Instituto Patrícia Galvão, Rede Feminista de Juristas (deFEMde), Promundo, Equis Justicia, ACTO e Fondo Semillas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 


Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.