Screenshot_20190322_151216

Por que uma mulher decide ser antifeminista?

Saiu no site MARIE CLAIRE

Veja a publicação original: Porque uma mulher decide ser antifeminista? 

 

Através das redes sociais (sempre elas!), tenho observado mulheres se inflamando agressivamente contra qualquer manifestação feministas de outras mulheres. No início, achei que tal fenômeno fosse as atitudes influenciadas pela guerra politica que se instaurou no país, desde as eleições passadas. O que eu percebia era que qualquer post em defesa de “minorias” (feminismo, racismo, homofobia) levava logo a paulada de ser “de esquerda”, de ser “coisa do PT” e que era uma defesa do “ex-presidente Lula”.

Isso me assustava porque realmente feminismo não tem nada a ver com o Partido dos Trabalhadores, nem com Lula, Pallocci, Dilma, Petrobrás, etc. FEMINISMO nasceu, como ação enfática, no final do século XIX e início do século XX com as SUFRAGISTAS que batalharam, literalmente, com pedras e paus, pelo mínimo de igualdade entre trabalhadoras e trabalhadores. Nesta época, nenhuma dessas pessoas do PT estava viva! Anos depois, a filosofa francesa SIMONE DE BEAUVOIR lançou o livro O SEGUNDO SEXO em 1949, a bíblia feminista, e ela jamais trocou palavra com qualquer membro do Partido dos Trabalhadores, que, na época, também nem existia ainda.

O que se sabe é que qualquer defesa de DIREITO HUMANO é catalogado por estas “correntes radicais das redes sociais”  de movimento de esquerdista. Eu, lamento. Muito mesmo. Lamento que a ignorância e a mediocridade tenham se espalhado como uma gripe suína por pessoas que não estão parando para pensar. Elas parecem só querer a violência das palavras, agressões e ser do contra. Lamento mais ainda quando vejo mulheres agindo dessa maneira em relação ao FEMINISMO. É nítido que elas não entenderam nada. E também não tiveram a humildade de perguntar. Só a arrogância de atacar.

Pois eu hoje peço a essas “irmãs”: escutem só um pouquinho. Parem para pensar por alguns segundinhos e interrompam os ataques. Sabe porque eu imploro a vocês por isso? Porque vocês estão agredindo a si mesmas quando atacam posts feministas. Vocês se colocam num lugar ilusório de que são respeitadas e possuem a igualdade profissional e social que só as feministas não conseguem ter. Por favor, saiam desse lugar castrador que o patriarcado está te colocando. Estas crenças vão te levar a sofrer muito desrespeito por eles e depois vocês não vão entender o que está acontecendo.

Tenho certeza que quando vocês nos xingam, estão certas de que o caminho é esse. Mas, não é. Esse é o caminho para nos dividir, para manterem-nos competitivas e traindo umas as outras. Esses são truques históricos para enfraquecer as mulheres. Vocês irão cair nessa farsa em pleno século XXI?!? Porque vocês estão fazendo uma escolha que a diminuem tanto? Porque vocês preferem ficar contra mulheres que te defendem e a favor de uma onda absolutamente mentirosa e ignorante???

Vocês não precisam disso, caríssimas. Se vocês não curtem as feministas mais radicais, ok. Não gostem. Mas, não agridam. Não as diminuam. Deixem-nas fortes, mesmo que de longe, porque são essas mulheres que garantem que VOCÊ possa escolher, e, inclusive, criticá-la, com liberdade. Entenda, por favor, que FEMINISMO NÃO É MULHER CONTRA HOMENS. FEMINISMO NÃO DEMONIZA HOMENS. FEMINISMO NÃO COLOCA A MULHER SUPERIOR AO HOMEM. Pare de acreditar e a repetir coisas que denunciam a sua falta de leitura. Que denunciam a sua crença em pensamentos não embasados por qualquer fato histórico. Se negue a somar com a mediocridade, onde qualquer “corrente” no whatsaap consegue ter a força de “verdade”.

FEMINISMO é um movimento que tem como objetivo alcançar direitos iguais para as mulheres dentro da sociedade, a libertação das mulheres dos padrões patriarcais e posição de subserviência. Algumas conquistas dos movimentos feministas: direito de contrato, direito de propriedade, direito ao voto, direito a sua integridade, a sua autonomia, à integridade do seu corpo, direito a métodos de contracepção e escolher se quer ser mãe ou não. Direito a proteção contra a violência domestica, ao assédio sexual em ambiente de trabalho, ao estupro. Direito a licença-maternidade, salários iguais. O FEMINISMO NOS GARANTIU TUDO ISSO.

No início do movimento, ele pode ter sido levado a se misturar a movimentos socialistas, mas isso não foi a frente, já que os “homens socialistas” não estavam preocupados em defender esta pauta. A luta feminina é somente nossa, com a união de mulheres, sem qualquer partido ou corrente politica envolvida. Você pode ser comunista, capitalista, de extrema direita ou anarquista, mas seu direito de escolher, quem te assegura é o MOVIMENTO FEMINISTA.
Portanto, caríssimas, pensem mais, pesquisem. Não se deixem levar pela emoção quente que chega a vocês ligando o movimento que garante a sua existência com um movimento que visa de separar da força do seu coletivo. Nós não estamos contra NADA, NEM NINGUÉM. Nós batalhamos por NÓS. E isso é tudo.

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.