sem título

Naruna Costa é a primeira mulher negra a ganhar o prêmio APCA de melhor direção

Saiu no site INSTITUTO GELEDÉS

 

Veja publicação original:   Naruna Costa é a primeira mulher negra a ganhar o prêmio APCA de melhor direção

.

Ano passado, Bia Lessa foi a primeira mulher a vencer o prêmio. Este ano, foi a vez de Naruna Costa, a primeira mulher negra.

.

Em 61 anos de história da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), Naruna Costa é a primeira mulher negra a ganhar o prêmio de melhor direção. Atriz e diretora, Naruna venceu pelo espetáculo “Buraquinhos ou o vento é inimigo do picumã”, escrito por Jhonny Salaberg.

.

De Taboão da Serra (SP), Naruna trabalha há mais de 15 anos com cultura. Em entrevista ao UOL, nesta semana, após a premiação, Naruna ressaltou a importância desse reconhecimento fora dos padrões convencionais do teatro no Brasil, de corpos negros periféricos, “é super importante esse prêmio no sentido de que além de reconhecer um trabalho fora dos padrões convencionais do teatro no Brasil, que nasce de corpos negros periféricos dirigido por uma mulher, ele vai na contramão do que a gente tem com maior visibilidade no teatro”, afirmou.

.

Com a conquista, Naruna alerta que esse reconhecimento é importante mas revela também um racismo e machismo estrutural dentro de um prêmio tão tradicional, “fica o alerta. O prêmio tem essas duas características: sim, ele reconhece isso, e isso é muito bom, mas ele também revela um processo de racismo estrutural e de machismo estrutural que nunca permitiu que mesmo sendo um prêmio tão tradicional com tantos anos de estrada, ele tenha colocado no palco mulheres, especialmente mulheres negras. Ano passado, se não me engano foi a primeira mulher a ganhar o prêmio [Bia Lessa, por “Grande Sertão: Veredas”] e, nesse ano, a primeira mulher negra”, disse.

.

Em comemoração ao recebimento do prêmio, o espetáculo “Buraquinhos ou O Vento É Inimigo do Picumã” faz sessões no Itaú Cultural (av. Paulista, 149), de 9 a 12 de julho, sempre às 19h, com entrada gratuita.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.