uol_feminismoluta615x300

Autores de violência doméstica em Anápolis terão de passar por ressocialização em Goiás

Saiu no site PORTAL 6:

 

Veja publicação original:   Autores de violência doméstica em Anápolis terão de passar por ressocialização em Goiás

 

 

Lançado nesta sexta-feira (16), programa já atende 30 homens na cidade

Foi lançado na manha desta sexta-feira (16) em Anápolis o Grupo Reflexivo para Autores de Violência Doméstica, um programa do Governo de Goiás que quer diminuir o índice de violência contra a mulher.

No projeto, os homens com histórico de violência são separados por grupos e participam de reuniões que utilizam de ferramentas da psicologia para ressocializá-los, de forma que possam conviver em paz com a família.

Cada grupo precisa passar por 15 encontros semanais, sendo que cada um deles tem duas horas de duração. Só em Anápolis, 30 homens já estão recebendo atendimento.

Os participantes são encaminhados ao Grupo Reflexivo como um dos requisitos das medidas protetivas. A condição para que eles não sejam presos é participar de todos os encontros.

Seguindo algumas determinações da Lei Maria da Penha, o programa está sendo desenvolvido no estado há poucos mais de dois anos. De acordo com a Secretaria Cidadã, dos 350 homens que já foram atendidos, apenas três voltaram a praticar atos violentos.

“O que se busca é auxiliar o autor do crime a resgatar as competências do diálogo, o qual, em algum momento, foi substituído pela violência”, explica a secretária Onaide Santillo.

O maior desafio das reuniões é conseguir quebrar o ciclo de violência no qual muitas famílias vivem e utilizar a psicoterapia é uma alternativa eficiente pois, segundo a Secretaria, muitos agressores reproduzem a mesma cultura de violência que viveram enquanto crianças.

 

 

 

 

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.