sem título

Aplicativo com ‘botão do pânico’ é lançado no Acre para ajudar mulheres vítimas de violência

Saiu no site G1

 

Veja publicação original:  Aplicativo com ‘botão do pânico’ é lançado no Acre para ajudar mulheres vítimas de violência

.

Testemunhas que virem casos de violência também vão poder denunciar pela ferramenta. Aplicativo vai ser lançado na sexta (7) para IOS e Android.

.

Por Quésia Melo

.

Para ajudar as mulheres a denunciarem os casos de violência, o governo do Acre decidiu criar o aplicativo “S.O.S Maria”. A ferramenta vai ser lançada na sexta-feira (7) e conta com um “botão do pânico” em que a vítima pode pedir ajuda sem que o agressor perceba. O comando envia à polícia a geolocalização da mulher, que deve enviar uma equipe ao local.

.

A secretária de Políticas Públicas para as Mulheres (SepMulheres), Concita Maia, destacou que o aplicativo também pode ser usado por pessoas que virem alguma vítima sendo agredida. Em outro momento, o S.O.S Maria também deve contar com a função de gravação de voz e comando específico para as mulheres que estão sob medida protetiva.

.

“Se você estiver passando na rua, ou se ver que a sua vizinha está sendo agredida você pode denunciar também. A mulher vai poder pedir ajuda em alarde, sem que o agressor perceba. Eu mesma vou baixar o aplicativo, a gente não sabe o dia de amanhã e se eu ver algum caso de agressão quero poder denunciar também”, destaca.

.

Outro ponto destacado pela secretária é que os homens também podem usar o aplicativo para denunciar os casos de violência contra as mulheres.

.

“Sabemos que existem homens que são contra e combatem a violência doméstica. Por isso, pedimos que eles também baixem e denunciem”, pede.

.

Durante o lançamento do aplicativo, também deve ser divulgado o decreto que cria o Plano Estadual de Política Para as Mulheres.

.

“Tanto o aplicativo quanto o plano estadual são legados que vão ser deixados para as mulheres. Nesse decreto vão constar as diretrizes das políticas para as mulheres que torcemos e queremos que sejam garantidas na continuidade de outros governos. O decreto também vai seguir para a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para se tornar uma lei”, explica.

.

O aplicativo foi criado por meio de um termo de cooperação com o governo do Piauí que já usa a ferramenta e vai ser disponibilizado para IOS e Android.

.

O desenvolvimento do projeto pela Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) contou com recursos doados pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e envolveu a Secretaria de Segurança Pública do Acre (Sesp-AC), Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), Defensoria Pública e SepMulheres.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Compartilhe nas suas redes sociais!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.